O relatório de um estudo feito por pesquisadores da Unit 42, da Palo Alto Networks, que obteve dados de sites registrados entre 09 de março e 26 de abril de 2020, mostrou que mais de 86,6 mil domínios dos 1,2 milhão recém-registrados relacionados à pandemia do Coronavírus (COVID-19) são classificados como “arriscados” ou “maliciosos”. E entre os países que lideram esse ranking estão: Estados Unidos, Alemanha, Rússia e Itália.

De acordo com a pesquisa, apenas 5% dos novos sites considerados maliciosos estão hospedados em nuvens públicas, como Amazon Web Series, Google Cloud Platform, Azure e Alibaba. O relatório é baseado nos dados coletados pelo RiskIQ, que acompanha novos domínios com as palavras-chave “coronav”, “covid”, “ncov”, “pandemia”, “vacina” e “vírus”.

Como se proteger?

Conexões seguras e que incluem firewalls, que funcionam como uma barreira de proteção bloqueando o acesso de conteúdos maliciosos, mas sem impedir que os dados que precisam transitar continuem fluindo, são essenciais para impedir que pessoas e empresas acabem caindo em armadilhas que podem acabar comprometendo informações e até mesmo, provocar perdas financeiras.

A Mantis Tecnologia dispõe de soluções que incluem todos os aspectos de segurança necessários para impedir a invasão de dados. Entre em contato e saiba mais:

  • São Paulo: 55 (11) 3373-7441 / (11) 96602-6911
  • Vitória: 55 (27) 3019-1166 / (27) 99224-2454
  • Rio de Janeiro: 55 (21) 4062-7664

Fonte: ComputerWorld